top of page
  • Tatiana Mattos

Simbologia da arquitetura hindu


Vastu Purusha Mandala



Os antigos Rishis usavam símbolos e mitos para descrever as forças ocultas do Universo e como meio de apresentar de forma ampla e profunda o conhecimento sagrado. A energia sutil que rege os ambientes é representada pelo Vastu Purusha Mandala, que sintetiza as forças cósmicas que agem em um determinado espaço.


De acordo com a lenda, Vastu Purusha é um ser que habita todos os espaços e todas as casas, para lembrar às pessoas que as construções se comportam como um “organismo vivo”.

Além da representação relacionada ao Vastu Purusha Mandala sem movimento (Sthira Vastu), o Purusha tem dois principais movimentos relacionados ao movimento da Terra em relação ao Sol, Chara Vastu e Nitya Vastu, movimento durante um dia e durante um ano, que também influenciam a organização e o uso dos espaços. Indicando ainda posições favoráveis ao início e cada etapa da construção, melhor data para inauguração, etc.


Para o Vastu Vidya, as três posições ou movimentos de Vastu Purusha têm importância fundamental para nossa saúde física e espiritual e devem ser respeitados para a qualidade e harmonia das atividades realizadas. A representação dos movimentos de Vastu Purusha corresponde à harmonização do fluxo de energia no ambiente com o dinamismo do fluxo de energia no Universo, que está em permanente transformação, devendo as atividades desenvolvidas se adequarem e respeitarem cada fase, cada “humor”.





As transformações na natureza que ocorrem durante um dia e durante um ano são percebidas e incorporadas na cultura em geral, como na agricultura, na medicina, na culinária, etc., além da arquitetura. A Cultura Yoga Rishi conhecia e respeitava este fluxo de energia e suas variações ao longo do dia e do ano, adequando as atividades a serem desenvolvidas em cada período.

 

Mais informações nos Cursos e Palestras sobre o Vastu Vidya | Saiba mais

댓글


bottom of page